Mãos frias, coração quente

 

A Marlene e o Hugo demonstraram que o amor não acontece só em dias quentes, com o sol luminoso a queimar a pele e o céu limpo de azul. Também é amor aquilo que sentem um pelo outro nos dias cinzentos, em que a chuva marca presença de forma insistente. É amor o que os une quando o termómetro baixa e o frio aperta. É amor, seja qual for o mês do ano, o dia da semana ou a hora do dia.

 

A prova disso é que não se deixaram intimidar pelo inverno e escolheram o passado sábado como o dia perfeito para se unirem num destino feito a dois. Até porque, como diz o conhecido provérbio, “mãos frias, coração quente”. E que este amor dure para sempre!

 

All you need is Love-a banda sonora perfeita para um dia de sonho